Leucemia – Sintomas e Tratamentos

A leucemia é uma doença que atinge os glóbulos brancos (os leucócitos) e geralmente possui origem desconhecida. É umcâncer maligno que provoca o acumulo anormal de células brancas na medula óssea, fazendo com que as células sanguíneas normais sejam substituídas.

Causas da Leucemia

A doença pode se espalhar por outros locais do corpo como o baço, o sistema nervoso central, o fígado, os nódulos linfáticos e vários outros lugares, provocando inchaço na região afetada.

Como a falta de plaquetas no sangue provocam danos á medula óssea, o processo de coagulação fica rapidamente comprometido. Devido a isso pessoas com leucemia podem vir a sangrar excessivamente.

Sintomas da Leucemia

Outro efeito da doença é que as células brancas que são responsáveis pelo combate aos agentes patogênicos, podem ficar sem função ou suprimidas, o que aumenta a chance dos pacientes adquirirem infecções e doenças oportunistas. A pouca produção de células vermelhas provoca anemia, que ocasiona fadiga e falta de ar.

O paciente pode também sentir dores das articulações ou ossos devido ao câncer, e dores de cabeça acompanhadas de vômito podem ser uma indicação de que o câncer se espalhou pelo sistema nervoso central.

Como esses sintomas podem ser confundidos com outras doenças é importante fazer exames regularmente e procurar um médico imediatamente se esses sintomas começarem a serem sentidos.

As variações da Leucemia

Existem quatro tipos principais de leucemia:

– Leucemia aguda: ocorre o rápido crescimento de células sanguíneas imaturas, o que suprime a produção de células sanguíneas saudáveis. Requer tratamento imediato devido a rápida progressão de células malignas, que podem levar á morte rapidamente.

– Leucemia Crônica: ocorre o acúmulo de células sanguíneas maduras porem anormais. Costuma levar anos para progredir, e costuma ocorrer em idosos. O tratamento pode ser realizado de forma mais controlada para garantir a eficiência da terapia.

Ambos os tipos podem ser linfóide (a doença afeta as células linfóides) ou mielóide (a doença afeta as células mielóides).

Ao perceber o surgimento de um ou mais de um sintomas da doença em seu organismo o mais importante é correr o mais rápido possível à um médico especialista e bem capacitado, pois ele efetuará o diagnóstico de forma qualificada e precisa e consequentemente indicará um tratamento mais adequado imediatamente, isto pode diminuir e muito os riscos de sequelas mais graves e em casos onde a doença é diagnosticada o mais precoce possível o risco de morte é praticamente anulado.

Deixe seu comentário!