Laser militar cria vozes pelo ar

O Pentágono está trabalhando em uma nova arma não letal que pode fazer as pessoas ouvirem vozes e sons.

Desenvolvido como parte do Programa Conjunto de Armas Não-Letais (JNLWD) das Forças Armadas dos EUA, a invenção é projetada para dispersar multidões, acabar com tumultos e desencorajar a violência.

Os que estão na linha de fogo começarão a ouvir palavras ou sons como se estivessem no ar, tornando possível desencorajar um grupo desordenado, fazendo-os, por exemplo, acreditar que estão sendo atacados.

Indivíduos específicos também podem ser manipulados aos fazê-los ouvir uma voz desencarnada.

A nova arma usa dois lasers. O primeiro dispara uma explosão de luz focalizada por 10 a 15 segundos, arrancando os elétrons das moléculas de ar e formando plasma.

O segundo laser então dispara neste campo de plasma, manipulando-o de maneira a produzir luz e ruído.

Com precisão suficiente, esse áudio pode ser direcionado a um indivíduo específico sem que ninguém mais seja capaz de ouvi-lo.

A mesma tecnologia também poderia ser usada como uma forma de comunicação discreta e de longa distância.

Deixe seu comentário!