Juno oferece incríveis novas imagens da Grande Mancha Vermelha de Júpiter

A sonda espacial capturou fotos surpreendentemente detalhadas da Grande Mancha Vermelha de Júpiter.

A nave espacial de US$ 1,1 bilhão, que chegou em órbita ao redor do gigante de gás em julho de 2016, realizou um flyby mais proeminente do planeta há três dias.

A Grande Mancha Vermelha, que mede mais de 10.000 milhas de diâmetro, é uma tempestade enorme e violenta que acredita estar ativa na atmosfera do gigante há mais de 350 anos.

As novas fotografias mostram a curiosa região de Júpiter de forma detalhada.

“É tremendamente excitante”, disse o cientista planetário Leigh Fletcher. “Nós queríamos ver a Grande Mancha Vermelha tão próxima e com este nível de detalhe desde que a astronomia moderna começou”.

Os dados da imagem serão agora analisados e processados para produzir novas fotos impressionantes.

“A principal impressão que tenho é a beleza dela”, disse o cientista do programa Juno, Jared Espley, sobre os redemoinhos e padrões atmosféricos de Júpiter.
“Estas são obras de arte natural”.

Deixe seu comentário!