Japão lança missão de devolução de amostras Phobos

A agência espacial do Japão destacou uma missão ambiciosa para recuperar um pedaço da lua de Marte, Phobos.

Tendo conseguido coletar e enviar amostras de poeira do asteróide Hayabusa2, a JAXA certamente não é estranha à idéia de recuperar pedaços de outro mundo.


O mais recente empreendimento da agência espacial japonesa fará com que ela envie uma espaçonave robótica para Phobos – um minúsculo pedaço de rocha em forma de batata de 28 quilômetros de largura em órbita ao redor de Marte.

Uma vez lá, a sonda pousará, coletará uma amostra principal e partirá em uma viagem de volta à Terra.

Conhecido como o projeto Martian Moons Exploration (MMX), a missão terá como objetivo responder a algumas das perguntas mais fundamentais sobre as luas de Marte, como a forma como elas surgiram.

Espera-se que a JAXA faça parceria com a NASA e a Agência Espacial Européia, que ajudará ao fornecer certas peças de hardware para a missão.

Phobos e Deimos também estão sendo considerados trampolins para futuras missões tripuladas.

“Os humanos podem explorar realisticamente as superfícies de apenas alguns objetos e Phobos e Deimos estão nessa lista”, disse o cientista chefe da NASA, Jim Green.

“A posição deles orbitando sobre Marte pode torná-los um alvo principal para os humanos visitarem antes de chegarem à superfície do Planeta Vermelho, mas isso só será possível depois que os resultados da missão MMX forem concluídos.”

Se tudo correr conforme o planejado, a sonda poderá ser lançada já em 2024.

Deixe seu comentário!