A invasão dos “robôs” a Londres

Embora os mísseis V-1, lançados em Londres pelos alemães a partir de junho de 1944, também foram apelidados de Doodlebugs e bombas de zumbido, eles eram mais comumente referidos na época como “robôs”.

Quando o primeiro V-1 foi examinado, houve perplexidade: pareceu ser um pequeno avião, mas nesse caso, onde estava o piloto?

Os registros contemporâneos deixam claro que quando se percebeu que Londres estava sob ataque de robôs – em oposição a meros homens – as pessoas acharam isso psicologicamente muito mais difícil de lidar.

Embora os rumores da nova “arma secreta” estivessem funcionando há meses, a realidade – como algo fora de uma história de ficção científica – era muito pior.

As armas V (de Vingança) (aV-1, os aviões robôs bombas e, mais tarde, os foguetes V-2) eram armas experimentais, então os alemães não podiam ter certeza de ter conseguido atingir o alvo.

Eles foram destinados a atravessar o centro de Londres, mas, na verdade, desembarcaram em uma área da Grande Londres.

Para manter os alemães adivinhando, a Grã-Bretanha ficou calada – ou o mais silencioso possível – sobre os robôs. O público e a mídia acompanharam essa conspiração de silêncio.

Durante muito tempo, o governo não fez nenhuma declaração sobre os Vs, e mesmo quando sua chegada foi reconhecida publicamente, o grande cuidado foi tomado para não dar detalhes sobre danos e baixas, de modo que o inimigo não conseguiu descobrir quais partes de Londres estavam destruídas.

Deixe seu comentário!