Ilusão de viajar no tempo engana o cérebro

Pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Califórnia desenvolveram uma nova e intrigante ilusão sensorial.

Conhecido como a “Ilusão de Coelho”, este quebra-cabeças tem sido projetado para mostrar como nossos sentidos podem influenciar uns aos outros e, em particular, como os sons podem dar origem a ilusões visuais.

Para tentar a ilusão para si mesmo, assista ao vídeo abaixo (antes de ler a explicação).

A ilusão funciona bombardeando seus sentidos com uma série rápida de bipes e flashes. A ideia é determinar quantos flashes havia – você viu dois ou três?

Embora a maioria das pessoas veja três flashes, a resposta correta é que havia apenas dois.

A ilusão demonstra um fenômeno conhecido como pós-condenação, no qual um estímulo que ocorre mais tarde pode alterar nossa percepção de algo que aconteceu anteriormente.

Nesse caso, ouvir três bipes influencia nossa percepção de quantos flashes havia.

“As ilusões são uma janela realmente interessante para o cérebro”, disse a primeira autora, Noelle Stiles. “Ao investigar as ilusões, podemos estudar o processo de tomada de decisão do cérebro. Por exemplo, como o cérebro determina a realidade com informações de múltiplos sentidos que às vezes são ruidosos e conflitantes?”

Deixe seu comentário!