Ilhas australianas fechadas devido a invasão de ratos

Até uma dúzia de ilhas ao largo da costa norte de Queensland foram fechadas ao público.

Os roedores invasivos, que se dirigiam para as ilhas, são considerados um perigo significativo para as espécies de aves nidificadoras locais.

Para resolver o problema, o Serviço de Parques e Vida Selvagem de Queensland estará envolvido em um programa de iscas aéreas visando as Ilhas Frankland e as Ilhas Northern Barnard.

“Eles causam grandes extinções e um declínio na biodiversidade de ilhas ao redor do mundo, e nós certamente sabemos em nossas ilhas australianas que eles têm um enorme impacto sobre a nidificação de aves marinhas”, disse o guarda-florestal Warrick Armstrong.

“Eles estão danificando ovos de aves marinhas, comendo filhotes”.

“Também temos muitos visitantes nos acampamentos, então há risco de doenças”.

A espécie de rato em questão – Rato-preto (Rattus rattus) – originou-se no subcontinente indiano antes de se espalhar por todo o globo e é agora considerada uma das principais pragas.

“Eles são notáveis”, disse Armstrong. “Há sinais deles, fezes e excrementos ao longo da marca da maré alta, onde estão forrageando.”

“Eles estão roendo o repolho nativo para obter umidade porque algumas dessas ilhas não têm sua própria fonte de água.”

Deixe seu comentário!