Gorilas da montanha foram mortos por um raio

Um terrível acidente resultou na morte de quatro raros gorilas da montanha no Parque Nacional Mgahinga, em Uganda.

Por muito tempo foram objeto de esforços de conservação, os gorilas das montanhas – que agora somam cerca de 1.000 – são alguns dos primatas mais ameaçados do planeta.


Nativos de Ruanda e Uganada, esses macacos grandes correm frequentemente risco de uma série de ameaças, incluindo caça furtiva, destruição de habitat e invasão humana na região.

Agora, outra ameaça foi colocada em foco depois que foi revelado que quatro dos animais – incluindo uma mulher grávida – foram mortos por um ataque de luz.

Os mortos faziam parte de um grupo de 17 membros conhecido como a família Hirwa.

“Isso foi extremamente triste”, disse Andrew Seguya, da Colaboração Transfronteiriça da Grande Virunga (GVTC). “O potencial das três mulheres por sua contribuição para a população era imenso.

Felizmente, os outros membros do grupo foram encontrados e estão indo bem.

Deixe seu comentário!