Fóssil de papagaio gigante descoberto na Nova Zelândia

Os cientistas identificaram uma espécie extinta de papagaio gigante que pesava 15 libras e tinha até 3 pés de altura.

Ossos pertencentes ao pássaro gigantesco foram descobertos pela primeira vez no centro de Otago, na ilha sul da Nova Zelândia, em 2008, no entanto, no momento em que eles pensavam pertencer a uma águia ou pato.


Agora, porém, um novo estudo revelou a verdadeira natureza da descoberta.

Com o dobro do tamanho de qualquer papagaio vivo, acredita-se que a espécie – chamada Heracles inexpectatus – remonta entre 16 e 19 milhões de anos e provavelmente passava a maior parte do tempo no chão.

“Só se pode especular [como teria sido] comparar os parentes modernos”, disse o autor do estudo Trevor Worthy, da Universidade Flinders, na Austrália, ao Gizmodo por e-mail.“Os papagaios são inteligentes, capazes de resolver problemas. A maioria são herbívoros de um tipo ou de outro, mas um restrito principalmente ao solo, provavelmente alimentado de bagas e sementes”.

A Nova Zelândia certamente não é estranha a pássaros grandes, pois também abrigou o agora extinto moa – um enorme pássaro que não voa e tinha mais de 11 pés de altura.

Esta é a primeira vez que alguém já descobriu um papagaio gigante.

Deixe seu comentário!