Evidências de água encontradas no asteroide Bennu

A sonda OSIRIS-REx da NASA parece ter atingido seu objetivo dentro de uma semana depois de chegar ao seu destino.

Medindo aproximadamente 500 metros de diâmetro, Bennu tem sido de interesse para os cientistas por causa de seu potencial para nos ensinar mais sobre os primeiros dias do sistema solar.

A descoberta de minerais hidratados sugere que o corpo de Bennu – uma rocha de 62 milhas de largura – já foi o lar de um suprimento abundante de água líquida. O próprio Bennu provavelmente se formou a partir dos escombros que permaneceram após uma grande colisão, centenas de milhões de anos atrás.

A descoberta abre a porta para a possibilidade de que os asteroides como Bennu possam ter desempenhado um papel na entrega de água – bem como os blocos de construção da vida – para a Terra no passado distante.

“Nós visamos o Bennu precisamente porque pensamos que ele possuía minerais portadores de água e, por analogia com os meteoritos de condrito carbonoso que estamos estudando, material orgânico”, disse o investigador principal da OSIRIS-REx, Dante Lauretta.

“Isso ainda está para ser visto – nós não detectamos os orgânicos – mas definitivamente parece que nós fomos para o lugar certo.”

Deixe seu comentário!