Encontrado fóssil de tiranossauro quase completo em Utah

Os paleontólogos descobriram o esqueleto de um dinossauro comedor de carne com mais de 76 milhões de anos.

O tiranossauro notavelmente bem preservado, que se pensava pertencer à espécie Teratophoneus curriei, foi descoberto em um campo no Grand Staircase-Escalante National Monument, em Utah.

“Com pelo menos 75 por cento dos seus ossos preservados, este é o esqueleto mais completo de um tiranossauro já descoberto no sudoeste dos EUA”, disse o paleontólogo Dr. Randall Irmis.

“Estamos ansiosos para examinar mais de perto este fóssil para aprender mais sobre a anatomia, biologia e evolução do tiranossauro do sul”.

Primeiro descoberto em julho de 2015, o esqueleto levou 3.000 horas para escavar.

Medindo cerca de 6 metros de comprimento, o dinossauro tinha 12-15 anos quando morreu e sua notável preservação foi atribuída à sua localização dentro de um canal de rio pré-histórico ou planalto inundado.

A espécie percorreu o que é agora a América do Norte entre 66 e 90 milhões de anos atrás.

Deixe seu comentário!