Encontrada a mesa da Arca da Aliança?

A mesa de pedra foi encontrada dentro de um templo antigo desenterrado aproximadamente 20 km a oeste de Jerusalém.

O baú de ouro que supostamente segurava as tábuas de pedra nas quais os Dez Mandamentos foram inscritos, a Arca continua sendo um dos artefatos religiosos mais procurados e mistificadores da história.


Durante anos, os pesquisadores tentaram determinar onde pode estar ou se ainda existe. Seu último local conhecido foi o Templo do rei Salomão, mas quando os babilônios conquistaram Jerusalém, o templo foi destruído e a Arca desapareceu junto com ele.

Agora, os arqueólogos descobriram uma mesa de pedra distinta nas ruínas de um templo de 3.100 anos perto de Beit Shemesh – uma cidade com fortes conexões bíblicas com a Arca.

Segundo o livro de Samuel, a Arca havia sido colocada sobre uma ‘grande pedra’ na cidade depois de ser devolvida pelos filisteus. A tabela recentemente descoberta poderia ser essa pedra?

O templo em que a mesa foi desenterrada, que está em escavação desde 2012, é uma praça perfeita com paredes de 8,5m de comprimento. No interior, os arqueólogos encontraram cerâmica e ossos de animais, sugerindo que o edifício pode ter sido usado para realizar rituais.

“Há muitas evidências de que este era realmente um templo”, disse o professor Shlomo Bunimovitz, da Universidade de Tel Aviv. “Quando você olha para a estrutura e seu conteúdo, fica muito claro que esse não é um espaço doméstico padrão, mas algo especial”.

Enquanto o templo e sua mesa de pedra parecem se alinhar aproximadamente com a história da Arca sendo levada a Beit Shemesh, provar que a Arca realmente foi repousada será muito difícil.

Uma questão importante é que a destruição do templo parece pré-datar a história da Arca em 400 anos.

“Eu não acho que alguém entenda isso literalmente e conclua que essa é a pedra da história bíblica”, disse o professor Avraham Faust, da Universidade Bar-Ilan.

“Obviamente, a história foi escrita muito mais tarde, mas essa descoberta pode apoiar a teoria de que existem algumas tradições muito antigas que chegaram à Bíblia”.

Deixe seu comentário!