Descoberto pássaro de 48 milhões de anos

Uma espécie pré-histórica de pássaro, que se desenvolveu como um flamingo, foi descoberta na Alemanha.

O fóssil, que foi descoberto no local de Messel Pit, perto de Darmstadt, foi tão bem preservado que até mesmo a glândula de pássaro, que se encontra nas caudas de pássaros modernos, estava completamente intacta.

“Esta glândula está situada na base da cauda e secreta um óleo que contém uma variedade de compostos orgânicos de cera que desempenham um papel importante no preening – isto é, a manutenção de plumas”, disse o Dr. Shane O’Reilly, do Massachusetts Institute of Technology.

“Nosso estudo relata a excepcional preservação do nível molecular de uma glândula fóssil de um pássaro de 48 milhões de anos. Em condições ambientais adequadas, os tecidos gordurosos – aqueles ricos em moléculas de lipídios – são incrivelmente resistentes”.

“Nosso estudo exige pesquisas mais detalhadas em nível molecular de outros fósseis de animais”.

Deixe seu comentário!