Como um submarino funciona?

Jules Verne em sua ficção científica, “20 mil léguas submarinas”, menciona um navio, Nautilus, que poderia mergulhar sob as ondas e voltar a superfície quando quisesse.

Mesmo antes de pensar nos submarinos, Verne criou o modelo desta maravilha tecnológica. Não só descreveu a máquina, mas também explicou, com grande detalhe, como funcionava.

Na verdade, os submarinos de hoje usam exatamente a mesma tecnologia que o Nautilus da Verne!

Como um submarino flutua e mergulha sob a água à vontade?

Experimente um pequeno experimento. Pegue uma caneca vazia e a vire de cabeça para baixo. Agora, tente empurrar a caneca dentro de um balde cheio de água.

Você terá que aplicar muita pressão para fazê-lo. Mas uma vez que você libera a pressão, a caneca simplesmente flutua de volta ao topo.

O ar é mais leve do que a água

A caneca ressurge porque o ar preso dentro faz a caneca mais leve do que a água. Isso faz com que a caneca flutue. Da mesma forma, um submarino tem enormes tanques chamados tanques de lastro. O ar neles permite que o submarino flutue.

Quando um submarino tem que mergulhar, os tanques de lastro são preenchidos com água do mar. Isso faz o submarino ficar pesado e afundar.

Quando o submarino tem que ressurgir, a água é bombeada para fora dos tanques de lastro e o ar comprimido é forçado a entrar.

Uma vez que os tanques são preenchidos com ar, o submarino fica novamente leve e começa a flutuar.

Deixe seu comentário!