Cirurgiões de ‘transplante de cabeça’ afirmam progresso

Dois cirurgiões controversos com o objetivo de transplantar uma cabeça humana relataram sucesso na cirurgia da coluna vertebral em animais.

Xiaoping Ren, da China, e Sergio Canavero, da Itália, publicaram um novo estudo no qual relataram o sucesso na reparação de lesões irreversíveis na medula espinhal em cães e macacos.

Se for verdade, o trabalho representa um passo significativo em direção ao seu objetivo final de transplantar a cabeça de um paciente humano vivo de um corpo para outro – algo que nunca foi feito antes.

De acordo com o relatório, os dois cirurgiões conseguiram “transectar” completamente as medulas espinhais dos animais até o ponto em que eles conseguiram andar novamente após a cirurgia.

Xiaoping e Canavero descreveram o avanço como “sem precedentes”.

No entanto, não é surpresa que seu trabalho tenha recebido um grau significativo de ceticismo da comunidade médica.

Do jeito que as coisas estão, não está claro se eles realmente conseguiram ou não tratar cães e macacos na medida do alegado, nem que tal procedimento poderia funcionar em humanos.

Seu objetivo de realizar um transplante de cabeça é ainda mais questionável – tanto moral quanto praticamente.

É suficiente dizer que não é um procedimento que alguém provavelmente queira seguir.

“Eu não desejaria isso a ninguém”, disse Hunt Batjer, da Associação Americana de Cirurgiões Neurológicos. “Eu não permitiria que alguém fizesse isso comigo, pois há muitas coisas piores que a morte”.

Deixe seu comentário!