Cientistas da onda gravitacional recebem o Prêmio Nobel

O trio vencedor foi responsável pela primeira detecção confirmada de ondas gravitacionais.

Rainer Weiss, Barry Barish e Kip Thorne obtiveram o prêmio Nobel de Física deste ano por seu trabalho no experimento do Observatório de Onda Gravitacional do Interferômetro Laser (LIGO).

Originalmente proposto por Albert Einstein como conseqüência de sua Teoria Geral da Relatividade, as ondas gravitacionais são ondulações no tecido do espaço-tempo que transportam energia em todo o universo.

A primeira vez que as ondas gravitacionais foram detectadas ocorreu em 2015, quando a LIGO pegou a deformação do espaço-tempo gerada pela colisão de dois buracos negros situados a mais de um bilhão de anos-luz de distância.

Desde então, houve mais três detecções confirmadas, incluindo uma em agosto deste ano.

Os cientistas agora estão esperando usar ondas gravitacionais para aprender mais sobre o Big Bang.

“Existem cálculos que indicam que os instantes mais iniciais do universo, logo após o nascimento do universo, existe uma enorme quantidade de radiação de fundo das ondas gravitacionais geradas”, disse Weiss.

“Essa seria uma das coisas mais fascinantes que o homem poderia ver, porque isso lhe dirá muito como o universo começa”.

Deixe seu comentário!