Cientista sugere polvilhar o céu com sal

As partículas de sal, ele argumenta, refletiriam mais os raios do Sol de volta ao espaço e ajudariam a reduzir o aquecimento global.

A ideia do pesquisador sênior do Instituto de Ciências Planetárias dos Estados Unidos Robert Nelson, a ideia é um dos vários conceitos de geoengenharia atualmente sendo considerados para ajudar a combater as mudanças climáticas.

De acordo com Nelson, o sal de mesa é seguro, prontamente disponível e não teria nenhum efeito adverso se fosse pulverizado na atmosfera do nosso planeta em grandes quantidades.

“Notamos as sérias preocupações com relação a potenciais conseqüências não intencionais associadas aos conceitos de geoengenharia”, disse ele.

“Embora os resultados de nossa pesquisa sejam muito promissores, estamos no início da pesquisa e um trabalho adicional é necessário para entender até que ponto seu efeito hipotético na atmosfera pode realmente ser realizado.”

“Mesmo se bem sucedido, isso seria um paliativo, e não a solução final”.

Os críticos, no entanto, argumentam que, se tal medida fosse adotada, um fenômeno de aquecimento global ainda mais rápido conhecido como “choque de terminação” poderia ocorrer quando o processo tivesse parado.

Exatamente qual o impacto que o sal teria quando chegasse ao solo também permanece incerto.

Deixe seu comentário!