Brilho misterioso é devido a nanodiamantes giratórios

Um mistério antigo sobre um brilho inexplicável em partes do céu noturno finalmente foi resolvido.

Conhecido como a emissão de microondas anômala (AME), este brilho peculiar foi originalmente descoberto na virada do século por astrônomos que estavam tomando medições de radiação de microondas.

Agora, depois de anos de especulação, a resposta para o mistério finalmente foi encontrada e tudo tem a ver com pequenos diamantes em forma de pirâmide encontrados nos anéis de gás e poeira ao redor de estrelas recém-formadas.

“Em um método do tipo Sherlock Holmes de eliminar todas as outras causas, podemos dizer com segurança que o melhor candidato capaz de produzir esse brilho de microondas é a presença de nanodiamantes em torno dessas estrelas recém-formadas”, disse Jane Greaves, da Universidade de Cardiff.

O brilho em si é causado pela emissão de radiação por esses nanodiamantes enquanto eles giram.

A descoberta foi feita com foco em três jovens estrelas que estão emitindo luz AME.

“Esta é uma resolução fria e inesperada do quebra-cabeça da radiação anômala de microondas”, disse Greaves.

“É ainda mais interessante que ele tenha sido obtido com os discos protoplanetários, esclarecendo as características químicas dos primeiros sistemas solares, incluindo o nosso.”

Deixe seu comentário!