Brasil foi um dos poucos lugares onde a Sega bateu a Nintendo

Enquanto a Nintendo dominou a maioria dos mercados, há um lugar inesperado onde Sega reinou sem precedente: o Brasil.

O número de consoles do Master System no mercado no Brasil, com base em números de vendas compilados pela UOL Games em 2012 é de 5 milhões.

Esse número é maior do que a base de instalações do Genesis, o console mais popular da Sega nos EUA, que vendeu 3 milhões de cópias durante sua vida.

Apesar de ser um console [Master] com quase 30 anos de idade, ele ainda vende cerca de 150 mil unidades por ano no país.

Os números de vendas podem ser comparados aos consoles mais modernos, como o Sony PlayStation 4.

Enquanto a Nintendo ignorou o mercado brasileiro, a Sega assertivamente construiu um contrato de licenciamento com a Tectoy, um poderoso fabricante local de brinquedos.

Esse acordo garantiu que a Sega sempre tivesse um apoio no Brasil.

Mesmo com a saída da Sega para construir novos consoles, o Tectoy manteve os consoles, como o Mega Drive, atualizado.

Ao invés de desistir do sistema, a empresa adaptou sua abordagem, apresentando versões atualizadas do dispositivo e até produzindo novos jogos.

Isso garantiu que a Sega tivesse uma penetração diferenciada no mercado, enquanto os concorrentes não tinham qualquer interesse na competição.

Deixe seu comentário!