Arma hipersônica da Rússia está agora operacional

Segundo relatos, o novo e ambicioso sistema de armas hipersônicas Avangard da Rússia está em funcionamento.

Anunciado originalmente por Putin em março de 2018, o Avangard, que pode impulsionar mísseis a velocidades de até Mach 27, foi anunciado como o primeiro sistema operacional de armas hipersônicas do mundo.


Ao contrário dos mísseis balísticos intercontinentais comuns que impulsionam suas cargas para a órbita baixa da Terra, os novos mísseis hipersônicos da Rússia alcançam apenas 62 milhas acima da superfície do planeta, ultrapassando efetivamente os sistemas de defesa de mísseis balísticos dos EUA, projetados para atingir o primeiro.

O primeiro lote de mísseis equipados com Avangard chegou online em uma base perto de Orenburg nesta semana e há planos de lançá-los em outros lugares no futuro próximo.

Embora tudo isso pareça alarmante, no entanto, muito pouco mudou.

Os novos mísseis destinam-se principalmente a remover sistemas americanos de defesa antimísseis no caso de uma troca nuclear; eles não devem ser usados ​​como armas de primeiro ataque.

Se a Rússia lançou um ataque nuclear aos EUA, seus mísseis hipersônicos não impediriam que ele fosse reciprocamente obliterado pelo arsenal americano de armas nucleares convencionais.

Em outras palavras, as chances de uma guerra nuclear são praticamente as mesmas de antes.

Deixe seu comentário!