Antiga Cidade Maia de Calakmul, Campeche

Grande acervo arqueológico do estado de Campeche, México, Calakmul foi à maior cidade do império maia. Localizada ao sul de Yucatán, a cidade existiu de 250 a 750 d.C, sendo conhecido como Reino da Cabeça de Serpente, que fazia a junção de diversos lugares das terras baixas dos maias, como Laranjeira, Duas Pilhas, El Caracol e o Peru, sendo que o terceiro, no ano 500, foi à principal aliança de Calakmul nas batalhas contra Tikal, que era outra cidade de grande porte, habitava as terras baixas e vivia fazendo alianças e entrando em confrontos.

Calakmul é tido como o acervo mais valioso de textos maias, tudo graças à grande quantidade de estelas, umas rodeando as praças. A antiga cidade está localizada na selva tropical de Tierras Baias, que fica na parte do sulina do México.

Calakmul teve papel importante na história da região por mais de 10 séculos. Sua estrutura encantadora ainda está em excelente estado de conservação, e ainda permite que o observador tenha a noção de como era a capital do império Maia.

Os maias pertenceram à cultura mesoamericana, ganhando destaque por sua arte, língua escrita, matemática, sistemas de astronomia e arquitetura, que eram bastante avançados para o pensamento da época. Estabelecidas entre 1000 a.C. e 250 d.C., muitas cidades maias atingiam o seu ápice no período clássico, onde se desenvolveram até a chegada dos espanhóis. Em certo período estavam tão avançados, que chegaram a ser um dos povos com maior população e ideias dinâmicas do mundo.

A civilização Maia possui muitas características de outras sociedades da mesoamérica, isso se deu graças à grande interação que havia na região. O calendário, a escrita e a epigrafia, não foram criação dos maias, no entanto foram eles que realmente as desenvolveram.

Os maias tiveram influências sobre El Salvador, Guatemala e Honduras, além da parte central do México. Várias outras raízes dos maias foram deixadas, como na arquitetura, na cultura, pois ainda restam descendentes dos maias que habitam grandes áreas, tendo populações consideráveis. A língua maia ainda é falada, sendo considerada pelo patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

Os maias foram muito importantes, e seus pensamentos são descobertos até hoje, uma grande civilização que juntos aos Astecas, formam os dois grandes povos da América. A arte, a arquitetura, cultura, tradições e vários outros elementos de umas sociedades são derivados dos preceitos Maias.

O calendário Maia é talvez o mais citado, devido conclusões de alguns estudiosos de que o mesmo indicaria o fim do mundo, no entanto na é comprovado, pois não se sabe ao certo se os maias tinham dias, meses e anos assim como os que são usados atualmente. Esse é um dos mistérios que ronda essa civilização tão importante para os tempos atuais.

Deixe seu comentário!