Amazon quer usar radar para rastrear seu sono

O próximo dispositivo ‘Echo’ da gigante online será capaz de monitorar ativamente seus hábitos de sono.

Dispositivos de hub inteligentes, que muitas vezes são equipados com câmeras e microfones, há muito tempo são alvo de preocupações com privacidade e por um bom motivo – esses dispositivos não apenas assistem e ouvem, mas também gravam imagens e áudio do que você está fazendo e armazenando em servidores remotos.

Para alguns, mesmo com o botão mudo facilmente acessível e a opção de excluir dados do servidor não são suficientes para justificar ter um desses dispositivos por perto, mas parece que empresas como o Google e a Amazon continuam a dobrar o nível de vigilância desses dispositivos ao adicionar microfones cada vez mais sensíveis e até mesmo tipos inteiramente com novos sensores.

A mais recente adição é o radar – algo que já fez o seu caminho para o mais recente display inteligente Google Nest Hub e agora a Amazon está procurando aprovação para adicioná-lo também ao seu próximo dispositivo ‘Echo’.

O objetivo dessa funcionalidade é monitorar os padrões de sono do usuário; no entanto, surgiram preocupações sobre o que mais exatamente um dispositivo de radar na casa de uma pessoa é capaz de fazer.

“O uso de sensores de radar no rastreamento do sono pode melhorar a conscientização e o gerenciamento do sono, o que, por sua vez, pode produzir benefícios significativos para a saúde de muitos americanos”, diz o documento da Amazon FCC.

“Os sensores de radar permitirão que os consumidores reconheçam possíveis problemas de sono.”

Nem é preciso dizer, porém, que um dispositivo em cada cômodo da sua casa equipado com microfones, câmeras e radar tem o potencial de ser incrivelmente intrusivo.

Deixe seu comentário!