Aldeia na Antártica requer remoção do apêndice

Se você quiser morar em Villas Las Estrellas, é obrigatório que seu apêndice seja removido.

O remoto assentamento chileno, situado na Ilha Rei George, é particularmente incomum, pois é um dos poucos lugares da Antártida onde as pessoas vivem por longos períodos de tempo.

Sua população de até 100 pessoas é composta principalmente por cientistas e militares e suas famílias.

Talvez a coisa mais incomum de toda a aldeia, no entanto, seja a exigência de que qualquer um que planeje ficar lá por muito tempo deve ter seu apêndice removido de antemão.

A razão para isso é porque o hospital principal mais próximo está a mais de 625 milhas de distância e seria um grande problema se alguém desenvolvesse apendicite e precisasse de uma evacuação de emergência.

Embora existam alguns médicos, nenhum deles está qualificado para realizar procedimentos cirúrgicos complexos.

Tendo em conta os requisitos bastante brutais para a residência, é de admirar que haja algum.

Deixe seu comentário!